Conheça a data Science Academy
5 de novembro de 2018
Vagas na Microsoft, Amazon, Facebook e Nubank
5 de novembro de 2018

 

 

 

 

 

Canadá contrata brasileiros e paga até Dezesseis Mil e Novecentos Reais (R$16.900,00) por mês.

O país da América do Norte está contratando estrangeiros e tem vagas para brasileiros. Ao todo, são mais de 500 vagas nas áreas de TI, jogos virtuais, usinagem, administração e serviços.

Os interessados podem se candidatar gratuitamente no site da Québec International, uma agência de desenvolvimento econômico de Québec, no Canadá. É preciso enviar o currículo em francês e ter conhecimento do idioma.

A busca por segurança e maior qualidade de vida faz brasileiros sonharem em trabalhar no Canadá. Mas quem está planejando mudar para o país deve se preparar para enfrentar um longo caminho até ser empregado. Há algumas formas de de conseguir trabalhar no Canadá. Entre as mais comuns, estão: receber uma oferta de emprego para retirar o visto de trabalho, entrar com um pedido de imigração para se tornar um residente permanente ou combinar trabalho e estudo.

Veja como cada um funciona, segundo o Consulado-Geral do Canadá: Visto de trabalho.

Esse visto é permitido para quem recebe uma oferta de trabalho de uma empresa canadense. O processo, porém, não é tão simples. As empresas precisam provar para o governo que não há canadenses para ocupar a vaga que está sendo  oferecida ao estrangeiro. Após a aprovação do governo, o trabalhador poderá ter o visto. Esse visto de trabalho é temporário e está condicionado à duração do contrato com a empresa. Para concorrer a um cargo, o candidato pode se inscrever em sites de emprego. Um deles é o Job Bank, do próprio governo canadense.

Quebec tem missões de recrutamento (apresentado inicialmente nessa matéria).

Outra opção é o Express Entry. Nesse programa, o governo escolhe candidatos considerados qualificados para se tornar residentes no Canadá. Para participar, o candidato precisa criar seu perfil no site do Ministério da Imigração (em inglês), preenchendo um formulário online com informações sobre suas habilidades, experiência profissional, nível escolar e idiomas oficiais canadenses (inglês e francês), entre outros.

Nesse primeiro momento, o candidato já precisa ter feito um teste de proficiência de inglês ou francês aprovado pelo governo do Canadá, saber o tipo ou nível de habilidade que combina com sua experiência profissional (pode ser consultado aqui, em inglês) e ter seus diplomas validados por uma organização do Canadá. Se considerado elegível, o perfil do candidato entra em um banco de dados, no qual pode ficar por até um ano

Os candidatos são pontuados conforme as informações fornecidas em seu perfil. Os mais bem colocados são convidados a pedir o visto permanente. Se não receber o convite durante um ano, ele poderá reenviar suas informações e criar novamente seu perfil no site do ministério. Os candidatos que participam do Express Entry também podem se inscrever no site Job Bank para concorrer a vagas que surgirem.

A melhor forma de estudar e trabalhar no Canadá é fazer um college, curso universitário, pós graduação ou MBA.

Ao fazer um curso superior no Canadá, você poderá trabalhar até 20 horas por semana durante os estudos, desde que por um período acima de 6 meses, e poderá trabalhar em igual período após terminar a graduação.

Ou seja, se você fizer um college de 1 ano no Canadá, poderá trabalhar a partir do primeiro dia de aula do college até 1 ano depois de formado.

Por isso, para muitas pessoas que desejam imigrar para o Canadá, uma boa forma de estender o visto e obter o work permit (visto de trabalho) por mais tempo, é fazer uma faculdade de 3 anos ou uma pós graduação de 2 anos para poder ficar mais tempo lá e estudar e trabalhar no Canadá.

Primeiro iremos estudar inglês em um curso ESL por 6 meses em 2016 a fim de melhorar a fluência e também obter uma boa nota no exame do IELTS.

Em resumo, o IELTS é uma prova que você realiza a fim de saber qual o seu real nível de inglês. Alunos estrangeiros necessitam de uma nota mínima no IELTSpara ingressar no Ensino Superior Canadense.

– O que é IELTS? Entenda como funciona o exame de proficiência

Em seguida, a ideia é que eu ou ela faça college, pós ou MBA. Aí tá a grande sacada: – se você vai para o Canadá com o seu cônjuge e um dos dois faz o Ensino Superior, quem estuda tem direito a trabalhar 20 horas por semana e quem não está estudando 40 horas de trabalho por semana.

Logo, acredito que esta seja a melhor forma de estudar e trabalhar no Canadá legalmente!

Qual curso escolher: College, Pós graduação ou MBA?

Pretendo escrever um novo post sobre cada um dos títulos (degree) que umbrasileiro no Canadá poderá fazer de acordo com o planejamento da viagem. Conforme iniciar os estudos, entre 2016, 2017, colocaremos nossas impressões e experiências.

Eu mesmo ainda não tenho certeza qual curso farei, mas pelo que anda conversando com consultorias, lendo blogs de viagens, comentários de brasileirosque já estudam no Canadá, consigo dizer algo sobre cada um dos tipos de graduações que poderá fazer.

Há muito o que saber sobre o sistema de ensino no Canadá. A educação é diferente em cada província, em especial no Québec (Montréal), muito semelhante à educação no Brasil. No Quebéc primeiro você faz o primário, secundário e entra em uma faculdade bacharel ou profissionalizante (CEGEP).

Já em outras províncias, como Ontário (Toronto), British Columbia (Vancouver e Victória), Manitoba (Winnipeg), Alberta, etc. muitos alunos após saírem doSecundary School, entre os 17 e 19 anos, iniciam umcollege, instituições que oferecem cursos profissionalizantes e técnicos.

Interessados em fazer o Elementary School ou Secundary School, indico as dicas do blog Oi Toronto sobre o assunto. É uma dica para as mães que já pensam na educação dos seus filhos.

Com exceção das cidades da província do Quebéc (Montréal, Trois Rivieres, Québec Ville, Drummond Ville), onde o idioma é o francês, todas as demais províncias têm escolas e universidades em inglês.

– Clique aqui e confira informações do Governo do Canadá sobre os Departamentos de Educação por Província.

Estes cursos no college costumam duram de 1 a 2 anos dependendo da área. Lembre-se que são cursos com público bastante juvenil. Não acredito que seja uma boa escolha para nós, um casal com média de 35 anos.

Já fazer uma faculdade, como bacharel em arquitetura, engenharia, TI, Webou outra demandaria entre 3 e 4 anos, o que acho, a princípio, muito tempo, mesmo sabendo que um processo de imigração dura lá seus 5 anos.

É algo que ainda tenho que pensar, mas acredito que o mais interessante para nós, seja mesmo fazer uma pós graduação no Canadá. Estes cursos, além de terem público maduro, costumam ser mais baratos do que colleges e faculdades.

O tempo de duração de cursos de pós graduação no Canadá variam entre 1 a 2 anos. Estou buscando algo de 1 ano, aí depois a Jo faz um curso também com esta duração ou pouco mais e vamos nos integrando à sociedade canadense.

Imigrantes, mas qualificados, interessados trabalhar e estudar para viver bem no Canadá. Buscaremos nossa qualidade de vida, investindo em educação e trabalhando em um bom emprego para viver em bairro seguro e perto do trabalho, até quem sabe, ir de bicicleta durante a primavera e o verão.

Deixe uma resposta

Login